28 abril 2015

Qual o Final Perfeito? Felizes para Sempre ou em Aberto?

Chega aquele momento fatídico em que terminamos uma
leitura e nos perguntamos: Eu passei horas da minha vida lendo para acabar dessa forma? Cade o final? O que, já acabou?. Graças a " Nossa Senhora Literária " isto não acontece com frequência, porém quando acontece nós queremos jogar o livro o mais longe possível ( óbvio que nunca faremos, mesmo que o desejo nos consuma ).

Após passarmos incansáveis horas ou dias companhando uma mocinha a enfrentar todos os obstáculos que a autora pôs em seu caminho, todas as adversidades e todo o mimi. Só o que pedimos é um final digno mesmo que não seja um FELIZ PARA SEMPRE.

Na maior parte das vezes eu sou contra finais em aberto, não quero ter que interpretar o que acontecerá com o personagem, muito menos adivinhar o que meus personagens favoritos farão pelo resto da vida. Não estamos na cabeça do autor então " nenhuma " das nossas suposições vão bater com o final que está na mente de quem escreveu a história. E isso me deixa numa neura interminável! 

Eu não preciso saber tudo o que acontecerá na vida do personagem até sua morte na velhice. Isso não é relevante. Eu só preciso que o autor me entregue um final para que eu possa virar essa página ( da vida ) e iniciar outra leitura sem ficar me perguntando: O que será que aconteceu com tal personagem em tal livro?

Alguns livros tem uma final tosco porém tem um epílogo que vai se passar daqui há alguns anos nos mostrando o que aconteceu com os personagens após a história principal ( as vezes era melhor que não houvesse um epílogo como em A ESPERANÇA  ), ainda assim a história foi lacrada e só teremos que lidar com ela, agora deixar o final em aberto para que nós leitores decida o final em nossas mentes, parece meio preguiçoso da parte do autor.

Eu acredito que nós leitores nunca teremos resposta para tudo, só precisamos de um final com PONTO FINAL, algo que saberemos que os personagens vão seguir com suas vidas a partir daquele ponto da história.

Separei três livros com finais podres, não se preocupe que
não vai ter spoiler, vou apenas revelar alguns finais sem citar o nome do livro. Por exemplo.

O mocinho beija a vilã e acaba o livro. O protagonista chega em sua casa entra na cozinha e conversa com sua mãe, acaba o livro. O mocinho sobe a escadaria da faculdade e chama a mocinha, acaba o livro. Esses finais dispensa comentários.

Agora separei quatro livros com finais ( meio que também em
aberto ) porém fofos e que fazem super sentido. Sentimos que
a vida continua. Todos os dilemas do livro já foi esclarecido e os personagens seguirão com suas vidas ( de mentirinha
claro, são personagens rs ). 

Não vou comentar sobre os finais deles ( mesmo sem dar spoiler ), porém vou super recomendar a leitura desses romances jovens para vocês. Tirando A lista negra, todos os outros três estão entre meus favoritos de 2014 ( espero reler eles daqui alguns anos ).

Terminando esta pauta, eu não espero que sempre tenhamos um felizes para sempre, mas também não posso ficar a mercê da minha imaginação.

Qual final é o seu favorito? Felizes para sempre ou aberto para sua imaginação?

Amanhã tem post novo, não se esqueça de voltar para conferir. Abraços #guto

Espero que tenha gostado desse post e não feche está página antes de me adicionar no seu circulo do Google+, seguir o blog para receber todas as novas resenhas e conhecer minha página no Facebook.

PS: Se vocês forem lá no menu e clicar em ESPECIAIS encontrarão vários temas literários discutidos aqui no blog, e se você tem algum assunto que te revolte como leitor e que eu possa discutir aqui, é só deixar nos comentários!


12 comentários:

  1. Boa noite Guto, eu odeio quando a historia acaba e me deixa no vácuo, vc fica voando na maionese, imaginando possiveis finais felizes ou infelizes kkkkkkkkkkkkk ei falando nisso não gostei do final de caixa de pássaros, deixou a desejar, não superou minhas expectativas kkkkkkkkkkkk espero que objetos cortantes não me decepicione.
    Beijinhos dessa fangril aqui! saudades!
    Ei, já se mudou pras brenhas? Kkkkkkk brincadeira Guto, vc já se mudou amigo? Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda não mudei Sara, vou me mudar na próxima terça. Mas sexta feira vem aqui no blog ver o post que eu fiz explicando tudo o que tem acontecido e como vai ficar o blog e a página do Face. Amanhã também tem uma Tag nova espero que você goste. Horrivel o final de caixa de pássaros, espero que expliquem tudo no filme kkk porque aff

      Excluir
  2. Fico dividida porque isso vai depender bastante do livro em questão. Mas confesso que na maioria das vezes em que o final é feliz pra sempre me deixa um pouco chateada. Tipo, eu sei que toda a história tinha que caminhar pra isso, mas mesmo assim fica aquela sensação de só acontece a mesma coisa, os personagens passam por tantas coisas, as vezes se separam e voltam pra terminar com felizes para sempre. Mas em se tratando de finais em aberto tem que ser de preferencia um livro que não deixe brechas pra ser de outra forma, porque convenhamos ficar imaginando o que acontece depois é bem pior do que finais felizes. Ficou meio confuso meu ponto de vista mas é isso ai rsrs.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkkkkk Dany eu super entendi seu comentário kkk pensamos igual amiga kkk. Muito obrigado pela visita ( vc está super sumida, nunca mais comentou, achei que tinha me abandonado e achado um blog mil vezes mais legal ) maldade suaaaaaaaaaaaa rs #Guto super abraçºãoooooo

      Excluir
  3. Como você é romântico, Guto. Ao menos eu acho que é, depois dessa... Olhe eu ainda não sou escritora, (apesar do nome do blog sugerir isso) mas escrevo (tente entender a lógica da frase). E acredito que cada história tem uma história (outra frase que pode ou não ter sentido para você). Tem autores que conseguem passar o que querem em finais enigmáticos (adorooo), já outros precisam explicar tudinho ao pé da letra. Como leitora eu gosto dos dois tipos e às vezes até fico indignada, mas em outros momentos eu gosto da decisão dele. Quando alguém começa a escrever vem milhares de coisas a mente e o final vem junto. Ao longo do percurso dá pra mudar e pensar em outras coisas e quando o autor chega ao final ele quer que aquela conclusão seja lembrada sempre. Às vezes ele deixa em aberto para que o leitor consiga imaginar, visualizar o que acha que poderia acontecer... Outras vezes é simplesmente porque aquela história pede aquele final. Como Todo Dia, acho que vi em um post antigo que você leu o livro, não tenho certeza. O final dele quase matou uma amiga minha do coração, ela ficou super chateada, disse que ficou apaixonada pelo livro, mas que o final a havia destruído. Já eu fiquei vidrada do começo ao fim e quando eu li o final eu fiquei super impressionada e fiquei mais apaixonada ainda. Porque pra mim foi um final digno. Ele meio que não mostra o que vai acontecer além daquilo, mas ele dá uma certeza. Não é um final feliz, é um final digno. Acho que é isso que muitos autores tentam mostrar. Não sei se já ouviu falar, mas tem uma teoria de que Harry Potter no final seria louco e que teria imaginado tudo aquilo... Bem, a primeira vez que vi isso, por exemplo, eu fiquei apaixonada. Acho que se eu tivesse terminado o livro e tivesse isso no final eu bateria mais palmas do que já bato para J.K, apesar de é claro, continuar amando o que ela escreveu, esse final seria de morrer. Nem todos meus amigos Potterheads gostam desse final alternativo que o povo espalhou pela internet, mas eu gosto. E um dia, se puder fazer algo assim, construir algo incrível e no final tornar o personagem louco, acho que faria sem pensar duas vezes. Porque mesmo que algumas pessoas não gostem, é genial. E é essa genialidade maluca, as vezes incompreensível para o leitor, que é o final perfeito. O final que é idealizado pelo autor e que para ele, mesmo que seja só para ele, faz muito sentido. Gostei do post. E mais uma vez fiz um super rodeio para falar uma besteira.

    Beijoos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. vou responder de acordo com o que eu lembro que vc disse kkk Eu li todo dia sim, e amei. Pelo menos deu um sinal de que os personagens fossem seguir em frente mais tipo, cidades de papel eu n sei se você leu mais foi o final mais tosco do mundo acabou do nada mesmo. E agora não lembro mais do seu comentário kk e são seis da manhã kkk. ata HP seria super incrível se o harry fosse loko no final MAIS AI TERIA UM FINAL!!! Valew seu comentário adorei. Abraços #Guto ( vc viu a lista de lançamentos que eu separei? Gostou de algum?

      Excluir
  4. Oi oiiii Guto...

    Então eu não gosto de finais que eu tenho que imaginar... eu estou lendo pra ter que pensar e não ir imaginando (se me entende) kkkkkk

    Um que me lembro agora foi Eleonor e Park, eu estava vindo chorando litros e aí o livro terminou assim, tipo, do nada?!?! kkkkkkkkkk Como eu sempre leio em epub eu não tenho a noção da quantidade de páginas que faltam pra acabar o livro, então sempre levo um BAITA susto quanto o livro termina sem final, fico numa raivaaaa :( hahahaha

    Se pudesse queria ter a oportunidade da Hazel, mas não a sorte dela... kkkkkkk (de perguntar ao autor o final de cada personagem sabe né... olha eu explicando a missa pro padre!! rs)

    Guto agradeço por seu blog, eu fico feliz quando eu vejo um post ou tag novo(a)... Parabéns e super abraço.

    Bjo Fer

    Ps.: quando vc irá falar sobre seu futuro iminente e do blog?!?! kkkk :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Puxa Fer super valew pelo incentivo. É muito loko escrever algo que eu penso, e ver as pessoas se identificando com isso. Muito obrigado pelo carinho pelo meu blog e por meus textos ♡. Sexta feira vai sair o post onde eu falo sobre o blog e como tudo vai ficar. Mas tem várias coisas legais que eu adicionei essa semana. Eu atualizei lá no menu os livros novos que chegaram, também você vai poder conferir minhas leituras para este mês até julho. Também fiz uma aba nova com todos os livros que eu vou comprar este ano para ler em 2016, é só clicar em DESEJADOS. Espero que goste de tudo. Beijao valew por sempre vim me visitar

      Excluir
  5. Sumi uns dias devido a uns imprevistos, mas já estou fazendo a geral no blog para ver o que perdi. Final é algo muito relativo. Muitas vezes um final triste deixa o livro marcante, nem sempre um final bacana salva o livro e é preferível um final não tão satisfatório do que um final feliz demais, que não convença. Mas o tipo de final que eu gosto mesmo é o surpreendente. Um final que me surpreendeu: mentirosos. Um final que não gostei: Garota Exemplar: Um final insatisfatório, mas que gostei: Caixa de Pássaros. Um final feliz, mas que não gostei: Amante Liberto.

    ResponderExcluir
  6. Bom, eu já prefiro finais felizes, não vou mentir. De tragédias, já basta as da vida real. Porém, entre um final trágico e um em aberto, eu ainda prefiro um trágico - contanto que seja um final trágico que termine com todos os pingos nos "i", sem que eu tenha de me perguntar "e depois, o que aconteceu ?". Odeio ficar viajando na maionese e imaginando como foi depois do ponto final, e por isso o final em aberto é o tipo de final que eu mais detesto.

    ResponderExcluir
  7. Quando um autor deixa o final em aberto, ás vezes parece que nem ele sabe o que escrever e se ele não sabe como eu vou saber? Ótimo post! Bom saber que não estou sozinho nessa!

    blogabstraindoideias.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkkkkkk exatamente, nao somos obrigados a adivinhar o final do livro que ele escreveu oxe srsr

      Excluir

Pessoal, eu estou respondendo todo muito a noite quando volto do trabalho. Mas no Facebook eu respondo mais rápido!!